The ice
and the fire
The War Is Coming
Parceiros [07/35]
Elite [04/06]
Gráficos [01/12]
Últimos assuntos
» SOLICITAÇÃO DE PHOTOPLAYER FEMININO
Hoje à(s) 7:05 pm por Mychella Merryweather

» Flood
Hoje à(s) 6:17 pm por Ayesha Nymeros Martell

» [RP Fechada] Problems, frustrations and feelings
Ontem à(s) 10:45 am por Argus Reed

» - The Westerlands -
Seg Fev 19, 2018 11:51 am por Storyteller

» Solicitação de Photoplayer Masculino
Sab Fev 17, 2018 10:39 pm por Lorent Tyrell

» [RP Fechada] The family that moves my interests
Sab Fev 17, 2018 8:50 pm por Jeyne Tully

» [RP Fechada +18] In the dead of night
Sex Fev 16, 2018 3:56 pm por Hoster Tully

» [RP Fechada +18] This is my strength
Sab Fev 10, 2018 5:27 pm por Aaron Crakehall

» [Dossiê] Arthur Manderly
Sex Fev 09, 2018 12:41 am por Arthur Manderly


- The Reach -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

- The Reach -

Mensagem por Storyteller em Qui Ago 10, 2017 9:09 pm




A CAMPINA

A CAMPINA É UMA DAS REGIÕES QUE CONSTITUEM O CONTINENTE DE WESTEROS, E JÁ FOI UMA NAÇÃO SOBERANA CONHECIDA COMO REINO DA CAMPINA ANTES DA GUERRA DA CONQUISTA. A CAMPINA É GOVERNADA DO CASTELO DE JARDIM DE CIMA PELA CASA TYRELL. É UMA DAS MAIORES REGIÕES DOS SETE REINOS (ATRÁS APENAS DO NORTE), E CONSIDERADA A MAIS FÉRTIL E POPULOSA REGIÃO DE WESTEROS.

A CAMPINA É CONSIDERADA O LUGAR DO CAVALHEIRISMO EM WESTEROS. É O LUGAR ONDE A CAVALARIA É VISTA COM A MAIOR REVERÊNCIA E ESTIMA. É TAMBÉM O LUGAR ONDE AS REGRAS DE TORNEIOS SÃO MAIS RIGOROSAS E RESPEITADAS. BASTARDOS NASCIDOS NA CAMPINA RECEBEM O SOBRENOME FLOWERS (FLORES).

COM O PAPEL DOS TYRELL CONTRA OS TARGARYEN, A CAMPINA FOI NEGLIGENCIADA PELA COROA POR ALGUNS ANOS, SENDO DEIXADA A PRÓPRIA SORTE SOB O ARGUMENTO DE QUE OS LORDES VERDES DETINHAM FARTURA E UMA POPULAÇÃO QUE A CADA ANO CRESCIA MAIS. TRANSFORMOU-SE NA REGIÃO MAIS POVOADA APÓS A BATALHA DA PRIMAVERA. POR MUITOS ANOS TRABALHARAM COM FERVOR NUM ESFORÇO ENTRE A GRANDE MAIORIA DAS CASAS, NUM MOVIMENTO NUNCA ANTES VISTO NA REGIÃO DESDE O ÚLTIMO REI DA CAMPINA QUE MARCHOU CONTRA AEGON, CONQUISTADOR.

QUEBRARAM SEU HISTÓRICO DE COOPERAÇÃO PARA COM A COROA QUANDO UMA COMITIVA LIDERADA POR UM CAVALEIRO DA GUARDA REAL E COMPOSTA DE MANTOS DOURADOS ATACOU UM REBANHO DE SEGUIDORES DA FÉ MILITANTE - OU FORAM ATACADOS, NÃO TENDO CONSENSO CLARO ENTRE OS LORDES E LADYS DE WESTEROS - QUE MIGRAVAM PARA O SEPTO ESTRELADO NUM ATO RELIGIOSO. IMEDIATAMENTE VILAVELHA PROTESTOU JUNTO DO ALTO SEPTÃO QUE FUGIU DECLARANDO A COROA COMO INIMIGOS DA FÉ, INCESTUOSOS E NÃO CONFIÁVEIS COM SUAS POLÍTICAS MULTICULTURALISTAS IMPLEMENTADAS POR DAENERYS TARGARYEN - MAS NÃO TÃO IMPLEMENTADAS COMO NOS DIAS ATUAIS - E SEU SANGUE DE DRAGÃO. OS DRAGÕES TAMBÉM NÃO ESCAPARAM DE SUAS ACUSAÇÕES POLÊMICAS, QUE CADA VEZ MAIS PENETRA NOS OUVIDOS DE LORDES AMBICIOSOS OU FRACOS, E TAMBÉM DO POVO COMUM.

ATUALMENTE O ALTO SEPTÃO FEZ DE SUA MORADA E DA FÉ DOS SETE O SEPTO ESTRELADO, ERGUIDO ANTES DA CHEGADA DE AEGON, O CONQUISTADOR QUE CURIOSAMENTE FOI O LUGAR ONDE FOI COROADO COMO REI DOS SETE REINOS.

CAMPINA SE MANTÉM NEUTRA, PREFERINDO EVITAR UMA GUERRA FRÍVOLA, OU ASSIM SE DECLARAM, ENQUANTO LIDAM COM A AMEAÇA DOS NASCIDOS DO FERRO QUE VEM SE TORNANDO A CADA LUA MAIS OUSADOS. SUPRIMENTOS E O COMÉRCIO ENTRE O DOMÍNIO SULISTA E A COROA SÃO COMUNS MAS NÃO TÃO FREQUENTE COMO ANTES. RUMORES DIZEM QUE OS IMPOSTOS DAS FRONTEIRAS AUMENTARAM CONSIDERAVELMENTE, ASSIM COMO DOS PORTOS COM RELAÇÃO A NAVIOS ESTRANGEIROS.

CASA SUSERANA: Casa Tyrell de Jardim de Cima.
TÍTULO: Guardiões do Sul.
CASAS PROEMINENTES: Casa Tyrell de Jardim de Cima, Casa Hightower de Torralta, Casa Redwyne da Árvore, Casa Tarly de Monte Chifre, Casa Florent de Águas Claras, Casa Merryweather de Mesalonga, Casa Crane de Lago Vermelho, Casa Oakheart de Carvalho Velho, Casa Rowan de Bosquedouro, Casa Hewett de Escudo de Carvalho.



The Ice and Fire
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Qui Ago 10, 2017 11:16 pm




Casa: Tyrell de Jardim de Cima
Lema: Crescendo Fortes
Sede: Jardim de Cima
Arma Ancestral:

Trama da Casa:

Casa Tyrell de Jardim de Cima é uma das Grandes Casas dos Sete Reinos, senhores supremos da Campina. Uma grande e rica casa, sua riqueza é apenas superada entre as Grandes Casas pela Casa Lannister, os Tyrell porém possuem a maior força militar. Adicionalmente, as frotas de seus vassalos da Casa Redwyne, dos senhores das Ilhas Escudo e dos senhores costeiros, caso convocadas, formam uma armada que se equaliza caso não ultrapasse à Frota Real.

Jardim de Cima é uma antiga sede de governo e coração da cavalaria nos Sete Reinos; os Tyrell chamam a si mesmo 'Defensores das Marcas' e 'Supremos Marechais da Campina', e possuem tradicionalmente o título de Protetor do Sul. Seu brasão ostenta uma rosa dourada em campo verde-relva, e suas palavras são "Crescendo fortes". Membros da família tendem a apresentar cabelos encaracolados castanhos e olhos castanhos ou dourados.

Os Tyrell são uma das casas mais poderosas de Westeros mas sofreram massivamente no último século nas garras da Coroa Baratheon, que os atraiu para a corte afim de desposar os benefícios econômicos e alimentícios que a Campina tinha a oferecer, mesmo apesar de terem traído o Trono de Ferro ao se declararem primeiramente à Stannis Baratheon.

Com a Guerra dos Cinco Dragões, os Tyrell foram obrigados a apoiar novamente a Coroa Baratheon apesar de todas as instabilidades do reinado de Tommen I Baratheon, que não passava de um fantoche nas mãos de Cersei I Lannister. Um dos grandes ultrajes foi quando a Leoa ameaçou a vida da Rainha Margaery I Tyrell e demitiu e impediu a saída de Paxter Redwyne, Mace Tyrell e a comitiva dos Guardiões da Campina.

Com o apoio da Rainha dos Espinhos, os cativos foram soltos mas seus consortes e pessoas mais próximas permaneceram sob vigilância e a meio metro das garras da Leoa, garantindo o apoio contra as forças Targaryen que desembarcaram nas Terras da Tempestade e em Pedra do Dragão.

O golpe duro veio quando Sor Loras Tyrell, no Cerco de Pedra do Dragão, foi ferido gravemente na batalha para capturar o castelo insular sob poder dos homens de Stannis Baratheon, e também, a posterior perda para as forças Targaryen e a morte de soldados da Campina. Cersei I Lannister incitou Porto Real e a Campina contra os Targaryen com apoio de Orton Merryweather e sua esposa, Taena. Nem mesmo a Fé Militante ou os Tyrell foram capazes de impedir a Leoa de se libertar das celas de Maegor e garantir os Guardiões do Sul e muitas casas da Campina para seu lado.

Homens Tyrell participaram da batalha contra Jon Connington, chamada de Tambores da Tempestade, onde muitos  morreram. Garth Tyrell foi morto por Jon Connington em combate singular, tal como Jon Bulwer que fora casado com uma Tyrell. Leo Tyrell, que garantira o apoio da Casa Beesbury contra os Targaryen ficou conhecido como Leo Louco ao contrair escamagris misteriosamente durante a guerra e morrer pelas mãos de seus próprios homens quando a doença ainda não havia dominado-o por completo. Uma divisão inteira supostamente contraiu escamagris e foi dito que os homens de Jon Connington atacaram o acampamento e passaram todos no archote num ataque rápido com ajuda de homens de Dorne.

Após perder a guerra e os Targaryen retornarem, juraram fidelidade novamente e sofreram concessões de Daenerys I e Aegon VI que incluía o casamento de Margaery com Sor Ronnet Connington para assegurar a paz do rei e Willas Tyrell com uma Tarly de Monte Chifre, uma casa leal aos Targaryen e que trocarem para o lado Targaryen na metade da guerra. Impostos e tributos foram cobrados, como forma de assegurar poder e posição.

Durante a Grande Guerra os Tyrell cumpriram com suas obrigações por ordens de Lorde Mace Tyrell e Lady Olenna Tyrell - que anos depois faleceriam de causas naturais. Enviaram cargas de suprimentos via mar e terra para o Norte e para as Terras Fluviais também caso Fosso Cailin caísse e garantiram que suas galés de guerra levassem suas hostes sobreviventes, todavia, Daenerys I Targaryen descobriria mais tarde que muitos homens que poderiam contribuir ficaram na Campina, descrentes da situação e amargos com a Guerra dos Cinco Dragões.

Sor Loras Tyrell, que foi conservado no cargo da Guarda Real da Coroa Targaryen como forma de assegurar a cooperação dos Tyrell, ficou conhecido ao morrer em Fosso Cailin, para um bando de mortos vivos. Tentara fugir mas fora pego e arrastado para as terras traiçoeiras do local, nunca mais tendo sido visto por ninguém.

A reconstrução do continente lhes cobrou um preço alto, equiparável ao preço que os Lannister pagaram, reduzindo bastante o poder e a condição da casa por décadas, até se restabelecerem novamente através de um processo árduo e lento. Quase enfrentaram uma rebelião dos Florent, que tentaram se aproveitar da fraqueza dos Tyrell para usurpar Jardim de Cima sob o pretexto de pureza de sangue e parentesco mais próximo à Garth Greenhand. As duas casas guardam mágoas profundas desde a Guerra dos Cinco Reis e já sofreram com ataques públicos em eventos importantes.

Atualmente os Tyrell gozam de boas safras e grande poder econômico e político embora algumas casas da Campina como os Florent, Merryweather e Strickland não estejam completamente satisfeitos com os Tyrell e suas políticas isolacionistas, tal como a presença problemática do Alto Septão e dos braços militares da Fé. Eles governam fortes, cautelosos mas suas preocupações são existentes e a cada dia mais relevantes devido à Coroa Targaryen também e os territórios vizinhos. Os nascidos do ferro a cada dia tem se tornado um problema para o governo Tyrell.


Genealogia:

Ramo Principal:


Lord Talion Tyrell, Guardião do Sul, Senhor de Jardim de Cima, Defensor das Marcas e Supremo Marechal da Campina, Nascido em 339DD;
Sua esposa: Lady Alerie Tyrell, da casa Redwyne, Nascida em 340DD;
Seu filho e herdeiro: Lorent Tyrell II, Nascido em 354DD;
Sua filho: ____ Tyrell
Seu filho: Eden Tyrell, O pequeno cravo, Nascido em 357DD;
Sua filha: ____ Tyrell


Ramo Secundário:


Seu irmão: Lyonel Tyrell, o Espinho de Aço, Nascido em 342DD;
Sua cunhada: ____ Tyrell, da casa ____
Seu sobrinho: ____ Tyrell
Seu sobrinho: ____ Tyrell
Sua sobrinha: ____ Tyrell

Ramo Secundário:


Sua irmã: Lady Maryann Tyrell,, Senhora de Torralta, Casada com Lord Garth Hightower, Nascida em 343DD;
Seu irmão: ____ Tyrell
Sua irmã: ____ Tyrell
Sua irmã: ____ Tyrell



The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Qua Ago 16, 2017 3:01 pm




Casa: Hightower de Torralta
Lema: Nós Iluminamos o Caminho
Sede: Torralta
Arma Ancestral: Vigilância

Trama da Casa:

A Casa Hightower de Torralta são os maiores e mais poderosos vassalos dos Tyrell de Jardim de Cima. Seu assento fica em Vilavelha, a segunda maior cidade de Westeros e também onde fica a Cidadela, o centro intelectual dos Sete Reinos. Os Hightower tem o compromisso de defender a Cidadela e possuem um exército numeroso e cinco vassalos que se agrupam entorno da região de Vilavelha. Eles são os maiores patronos da Cidadela e da Fé dos Sete.

Durante a Guerra dos Cinco Reis, os Hightower se mantiveram extremamente próximos aos Tyrell, auxiliando-os quando se juntaram a Renly Baratheon e depois do assassinato de Renly, aos Lannister. Os Hightower se mantiveram próximos a corte de Cersei Lannister, principalmente por intermédio de Alerie Hightower, mãe de Margaery Tyrell. Quando Euron Greyjoy conquistou as Ilhas Escudo, com a frota Redwyne na outra extremidade de Westeros, ficaram sob intensa ameaça dos nascidos do ferro. Lorde Leyton Hightower liderou a defesa de Vilavelha, repelindo quatro ataques de Euron Greyjoy. Os nascidos do ferro chegaram a queimar e roubar muitos navios dos Hightower, mas a cidade foi defendida com sucesso. Durante uma das batalhas no Vinhomel, é dito que Euron Greyjoy usou magia de sangue e fogo, mas o Lorde Leyton teria sido capaz de retaliar com magia também.

Eventualmente, Euron Greyjoy teria zarpado rumo ao leste, impedindo assim que os Redwyne se agrupassem com os Hightower para derrotar sua frota. Com a partida do Greyjoy, os Hightower buscaram de início recuperar as Ilhas de Escudo. No entanto, com parte de sua frota desfalcada, foram vencidos pelos nascidos do ferro na Segunda Batalha do Vago. Nesta batalha enfrentaram os Volmark, parte da frota Drumm, Goodbrother e Harlaw. O embate foi sangrento, com dezenas de navios indo a pique. A vitória foi dos nascidos do ferro, mas os Hightower conseguiram interromper os saques até que os Redwyne chegassem para reconquistar a Árvore e as Ilhas Escudos.

Os nascidos do ferro foram empurrados novamente para as Ilhas de Ferro, mas com a frota de Victarion e Euron ainda à solta, os Hightower se negaram a subir o Mar Poente para retaliar contra as Ilhas de Ferro e recolheram a maior parte de seus navios, protegendo o território recuperado de um possível retorno de seus algozes. Lorde Leyton ficou dividido entre seguir os Tyrell e lutar pelos Lannister, após o desembarque da Rainha Dragão, visto que teria que lutar do mesmo lado de Euron Greyjoy. Acabou cedendo, enviando algumas tropas sob comando de seus dois filhos, que marcharam com os Rowan, Tyrell, Oakheart e Tarly para defender a Coroa uma vez mais.

Baelor Hightower, filho mais velho de Lorde Leyton e seu irmão Garth Hightower comandaram as tropas de sua Casa na Batalha de Ponteamarga. Baelor Hightower liderou uma carga de cavalaria para romper um dos batalhões dorneses que assaltavam a ponte. No entanto, devido ao espaço limitado, a carga foi mal sucedida e Baelor se viu cercado por uma floresta de lanças. Devido ao brasão de sua família, os soldados invés de mata-lo tentaram derruba-lo de seu cavalo. Ele foi capaz de matar muitos homens, mas logo foi subjugado. A luta para toma-lo como prisioneiro foi tão feroz que Baelor acabou sendo completamente desmembrado no tumulto. A coluna dornesa completamente desorganizada destruída pouco depois, mas não foi possível salvar o cavaleiro. Seu irmão, Garth Hightower, derrubou Lorde Franklyn Fowler e foi um dos pivôs para a vitória da Campina, no entanto, foi gravemente ferido neste encontro e depois da vitória precisou retornar para Vilavelha. Devido ao veneno nas lâminas que o atingiram, suas feridas apodreceram antes que ele chegasse em Torralta. Lorde Leyton se resignou até sua morte, acreditando que devia ter enviado mais tropas para guarnecer seus filhos.

Após a rendição dos Tyrell, as tropas dos Hightower não demoraram para subir o Gargalo para enfrentar o exército dos mortos. Suas tropas estiveram em muitos combates ao longo do Norte, até a vitória dos vivos em Fosso Callin. Embora Lorde Leyton nunca mais permitiu que seus filhos lutassem. Acredita-se que Leyton teria mantido seus dois filhos restantes, Gunthor e Humfrey, presos em Torralta até o fim da guerra.

Muitas caravanas Hightower subiram o Gargalo para fornecer suprimentos para os nortenhos que se restabeleciam em suas terras. No entanto, seu maior foco foi na reconstrução da própria Campina, uma vez que diversos vilarejos ao longo do Vago foram destruídos e a maior parte da frota da Campina foi obrigada a ficar ancorada para reparos por quase uma década, até que pudessem retornar as patrulhas contra os nascidos do ferro.

A relação dos Hightower é muito próxima com a Fé dos Sete e sua posição na Campina é confortável. É entendido que o fortalecimento da Fé Militante e de seus diversos ramos armados está muito conectado ao apoio dos Hightower e seu patrocínio. Esta Casa, no entanto, conserva seu ar de mistério e aparente neutralidade diante dos conflitos que se intensificam pelo reino. A realidade pode ser bastante diferente e a mão invisível dos Hightower  não deve ser subestimada. Seu exército é o segundo maior da Campina e de longe o mais bem equipado e treinado.


Genealogia:

Ramo Principal:

Lord Garth Hightower, Senhor da Torre Alta, Voz de Vilavelha, Senhor do Porto, Defensor da Cidadela e Farol do Sul, Nascido em 338DD;
Sua esposa: Lady Maryann Hightower, da casa Tyrell, Nascida em 343DD;
Sua filha: ____ Hightower
Seu filho e herdeiro: ____ Hightower, Nascido em 354DD;
Sua filha: Selena Hightower, Nascida em 355DD;
Seu filho: Baelor II Hightower, Nascido em 367DD;

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Hightower, Senhor Comandante da Patrulha da Cidade de Vilavelha
Sua cunhada: ____ Hightower, da casa ____
Seu sobrinho: ____ Hightower
Sua sobrinha: ____ Hightower

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Hightower
Sua irmã: Bethany Hightower, falecida esposa de Lord Deckard Redwyne, Morta em 375DD ✝️





The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Qua Ago 16, 2017 3:02 pm




Casa: Redwyne da Árvore
Lema: Maduros para a Vitória
Sede: Árvore
Arma Ancestral:

Trama da Casa:

A Casa Redwyne da Árvore é uma Casa ancestral da Campina, figurando entre as mais poderosas e orgulhosas juramentadas a Jardim de Cima. Sua sede fica na ilha conhecida como Árvore e detém controle sobre a costa sul da Campina e os Estreitos Redwyne, pontos importantes de comércio. Justamente devido a sua localização, os Redwyne sempre possuíram uma tradição naval muito forte e proeminente, possuindo a maior frota de navios dentre os lordes da Campina.

Durante a Guerra dos Cinco Reis os Redwyne seguiram os Tyrell em seu apoio a Renly Baratheon e posteriormente a Joffrey Baratheon, o Leão Sanguinário. Participaram da Batalha do Água Negra onde foram importantes para destruir a frota sob Stannis Baratheon. Após esta vitória, Lorde Paxter Redwyne inicia o cerco à Pedra do Dragão. Devido ao ataque de Euron Greyjoy à Campina, Paxter é forçado a retornar para a Árvore, visto que uma parte da ilha fora conquistada pelos nascidos do ferro. No entanto, Euron Greyjoy partiu antes que Paxter pudesse encontra-lo, queimando alguns dos portos da Árvore antes de partir e destruindo parte da ilha.

Paxter então subiu o Mar Poente para recuperar as Ilhas Escudo. Chegaram poucos dias após a derrota dos Hightower e chegaram a enfrentar alguns dos retardatários, mas a maioria da frota dos nascidos de ferro que sobreviveram ao combate com os Hightower zarpou antes que ele pudesse alcança-los. Paxter os perseguiu pela maior parte do Mar Poente, enfrentando diversas emboscadas, de forma a garantir que os saqueadores retornariam para as Ilhas. Regressou para a Árvore antes de alcançar Feastfires, temendo que a frota de Euron retornasse.

Após o desembarque da Rainha Dragão, Paxter teria se sentido ultrajado pelo pedido de Cersei para que lutassem contra Daenerys ao lado de Euron Greyjoy. Um dos filhos de Paxter, Horas Redwyne, foi preso por Cersei na capital, de forma a forçar lorde Paxter a cooperar. O Lorde, no entanto, atrasou sua frota propositalmente e embora tenha conseguido evitar um combate, mas pouco antes da queda de Porto Real, Cersei ordenou a morte de vários de seus reféns nobres, incluindo Horras.

Paxter lutou com as demais tropas da Campina contra os Outros e sua frota foi extremamente útil ao longo das batalhas com os mortos nos leitos dos rios. Os navios menores da frota navegaram pelo Faca Branca, ajudando a evacuar camponeses e desembarcar tropas para combater os mortos. O navio de Paxter foi afundado pelo Rei da Noite no Faca Branca e o comando da Árvore caiu sobre os ombros de seu filho Horras Redwyne.

Os Redwyne foram essenciais para a reconstrução da Campina, enfrentando os nascidos do ferro oportunistas e combatendo os saqueadores que vinham até mesmo do Mar Estreito. A maior parte da frota ficou ancorada em Vilavelha e de lá operaram durante uma década, até a reconstrução completa da Árvore.

Setenta anos após o fim da guerra, os Redwyne conservam sua posição como vassalos poderosos e importantes de Jardim de Cima, mantendo uma relação muito próxima com seus suseranos. Possuem diversas alianças obtidas com outras Casas poderosas e sua marinha é respeitada por toda Campina como os defensores mais proeminentes de suas costas. Ainda existem cicatrizes da passagem de Euron Greyjoy pela Árvore e o ressentimento com os nascidos do ferro é mais vivaz neles do que em qualquer outro vassalo dos Tyrell.


Genealogia:

Ramo Principal:

Lord Deckard Redwyne, Senhor da Árvore, Nascido em 342DD;
Sua esposa Bethany Redwyne, da casa Hightower, Morta em 365DD ✝️
Sua filha: ____ Redwyne
Sua filha: ____ Redwyne


Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Redwyne, Cavaleiro da Árvore
Sua cunhada: _____ Redwyne, da casa ____
Sua sobrinha: _____ Redwyne
Sua sobrinha: _____ Redwyne


Ramo Secundário:


Sua irmã: Lady Alerie Redwyne, Senhora de Jardim de Cima, Casada com Lord Talion Tyrell, Nascida em 340DD;
Seu irmão: Davos Redwyne, Comandante da Frota Redwyne, Nascido em 345DD;



The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Qua Ago 16, 2017 3:02 pm




Casa: Florent de Águas Claras
Lema:
Sede: Águas Claras
Arma Ancestral:

Trama da Casa:

Casa Florent de Fortaleza de Águas Claras é uma Casa nobre da Campina, figurando entre os mais poderosos vassalos dos Tyrell de Jardim de Cima. Sua linhagem remonta ao lendário Garth Greenhand e possuem uma linhagem próxima dos antigos Gardener, motivo pelo qual são os maiores contestadores do direito Tyrell sobre Jardim de Cima.

Durante a Guerra dos Cinco Reis os Florent se posicionaram junto com Stannis Baratheon e forneceram homens e recursos para sua causa. Apesar de serem fortes aliados, a derrota na Baía do Água Negra os levou para o exílio junto com Stannis, despojados de suas terras, que foram entregues a Garlan Tyrell. Lorde Alester Florent, foi acusado de traição por Stannis e queimado em uma oferenda ao Senhor da Luz. O filho dele, Alekyne Florent, se refugiu em Torralta enquanto o tio Axell Florent e sua tia Selyse arquitetavam as alianças com os nortenhos.

Junto com o exército de Stannis, os Florent remanescentes no Norte lutaram contra os Bolton, no entanto, tanto Axell quanto Selyse acabaram mortos na Guerra, pouco antes da retomada de Winterfell para os Stark. A Fortaleza de Águas Claras estava sob cerco de Garlan Tyrell, que buscava tomar a fortaleza do castelão Collin Florent, que se opusera ao domínio Tyrell. Com a queda das Ilhas Escudo, Garlan foi forçado a tomar suas tropas de encontro aos nascidos do ferro para interromper os terríveis saques e a ameaça à Vilavelha. Enquanto Garlan estava distante, Collin tratou de reabastecer a fortaleza e tramou trazer Alekyne para longe dos Tyrell. Seu plano falhou, quando os Tyrell acabaram interceptando Alekyne e o executando brutalmente.

Collin manteve o domínio sobre sua fortaleza, ainda mais inflamado pelas tramas Tyrell e reivindicando a posição como lorde. Com o desembarque de Daenerys Targaryen nas Terras da Coroa e a chantagem dos Lannister, os Florent ganharam apoiadores importantes entre outros lordes da Campina, especialmente após a derrota dos Tyrell e a morte de Garlan, principal reivindicante da Fortaleza de Águas Claras, na Guerra dos Cinco Dragões.

Como parte do acordo de paz, Collin Florent foi aceito como lorde de Fortaleza de Águas Claras e as hostilidades cessaram. Posteriormente, muitas tropas dos Florent batalharam na Grande Guerra, embora Collin não tenha abandonado sua fortaleza, temendo um possível revanchismo Tyrell. Após a derrota dos Outros e com a posterior necessidade de reunificação e reconstrução dos reinos destruídos, a paz se tornou definitiva.

Setenta anos após os eventos da Guerra dos Cinco Dragões, os Florent recuperaram uma boa parte de sua força anterior a Guerra dos Cinco Reis. No entanto, a perda de terras e certa influência foram inevitáveis. A Casa Florent vem sendo pacífica, considerando seu passado de conflitos, cumprindo suas obrigações com seus suseranos apesar de sua insatisfação com as políticas de Jardim de Cima. Suas terras são férteis e seu exército é bem equipado. Os Florent figuram entre os principais atores na composição do poderio da Campina.


Genealogia:


Ramo Principal:

Lord Victor Florent, Senhor da Fortaleza de Águas Claras, Nascido em 340DD;
Sua esposa: ____ Florent, da casa _____
Seu filho e herdeiro: ____ Florent
Sua filha: ____ Florent
Seu filho: ____ Florent

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Florent
Sua cunhada: _____ Florent, da casa ____
Sua sobrinha: _____ Florent
Sua sobrinha: _____ Florent

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Florent
Sua cunhada: ____ Florent, da casa ____
Seu sobrinho: ____ Florent
Seu sobrinho: ____ Florent
Seu sobrinho: ____ Florent

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Florent
Sua irmã: ____ Florent



The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Ter Ago 29, 2017 10:16 pm




Casa: Hewett de Escudo de Carvalho
Lema: Seguros, sob o escudo
Sede: Escudo de Carvalho
Arma Ancestral: -

Trama da Casa:

Casa Hewett de Escudo de Carvalho governa sobre uma das Ilhas Escudo. As Ilhas Escudo são uma força marítima considerável e eram a primeira linha de defesa durante os dias que os piratas nascidos do ferro tentavam invadir o Vago para saquear a riqueza da Campina.

O Castelo de Lorde Hewett, com espessas muralhas e portões de carvalho tachonados que evocam as armas da casa, se situa sobre o porto da Cidade de Lorde Hewett, um porto naval relativamente grande.

Seu brasão ostenta um escudete de carvalho tachonado de ferro em campo ondulado de azul e branco.

Quando o Rei das Ilhas de Ferro atacou as Ilhas Escudos com sua Frota de Ferro, buscando glórias e saques ao longo do Vago, na Campina, a ilha de Escudo de Carvalho tombou sobre seu aço. Com a morte de Lorde Humfrey Hewett e o prosseguimento da campanha de Olho de Corvo para a Árvore e a costa da Campina, a ilha permaneceu sobre o comando de Nute, o Barbeiro que junto de seus nascidos do ferro iniciaram seu reinado de opressão, estupro e roubo.

As notícias de que as Ilhas Escudos tinham tombado chegaram aos ouvidos de Garlan Tyrell que sitiara Fortaleza de Águas Claras, reivindicando-o para sua família em oposição à ocupação Colin Florent, fazendo assim com que reunisse tropas e partisse para as Ilhas Escudos.

Com a partida de Euron Greyjoy para a Árvore, as ilhas ficaram vulneráveis e as forças lideradas por Sor Garlan Tyrell caíram com aço e sangue sobre Escudo do Sul e Escudo de Carvalho durante a noite. Com o reboliço em Castelo de Lorde Hewett, muitos homens aprisionados e as filhas de Lorde Humfrey Hewett aproveitaram-se para escapar das celas ao enforcar um nascido do ferro que montava guarda nas masmorras. Os homens de Lorde Hewett e suas numerosas filhas tomaram as armas e começaram a matar todos os piratas dentro do castelo, abrindo os portões do mesmo para as forças de Sor Garlan Tyrell que estavam sendo massacradas pela ferocidade dos nascidos do ferro.

A Noite das Putas, como foi apelidada o levante das filhas, netas e servas de Lorde Humfrey Hewett aliadas aos cativos sulistas, foi bem sucedida quando os soldados encurralaram os nascidos do ferro pela retaguarda dando uma oportunidade para a infantaria Tyrell ganhar a vantagem e massacrar os piratas. Muitas filhas e netas do Lorde morreram, incluindo a própria esposa de Humfrey. As forças de Sor Garlan também experienciaram a ferocidade das Ilhas de Ferro.

Utilizando Escudo de Carvalho como base, após a reconquista de Escudo do Sul, Sor Garlan Tyrell agrupou suas forças e enviou mensageiros para os Bulwer, os Beesbury e para os Oakheart. Reunindo algumas tropas Bulwer e Oakheart - com o apoio de Lady Arwyn Oakheart - a reconquista das Ilhas Escudos procedeu, tendo muitas baixas.

A Casa Hewett após o evento, ficou sob o comando da filha mais velha sobrevivente de Lorde Humfrey, dedicando-se a reconstruir tudo que fora destruído e matar todo o nascido do ferro ainda presente em seus domínios.

Com a Guerra dos Cinco Dragões, seguiram os Tyrell como forma de agradecimento e lutaram contra os Targaryen, submetendo-se mais tarde à eles com o fim da guerra. A casa Hewett, entretanto, ainda sentindo os impactos dos nascidos do ferro e do conflito Targaryen não contribuiu efetivamente, tendo mandado uma galé com suprimentos para o Norte. Glendon Hewett foi morto na Batalha de Atalaialeste do Mar.

Com o fim dos Outros, Daenerys I Targaryen pressionou a Casa Hewett a colaborar e ao descobrir de sua falta de comprometimento contra a Grande Guerra puniu severamente a casa, obrigando-a a contribuir com todos seus recursos de forma a deixá-los pobres. Cativos foram tomados e levados à Corte como forma de punição, e os impostos sobre produtos e navios provindos de Porto Real foram decretados com isenção do porto de Escudo de Carvalho por anos, deixando a casa amarga e ressentida. Com a ascensão de Gael I Targaryen a mesma retirou tais imposições sobre a casa como forma de aproximar diplomaticamente a Campina e a Coroa, no entanto o movimento não surtiu o efeito.

Os Hewett tem trabalhado a décadas para fortalecer sua economia, expandir sua frota, matar piratas e principalmente nascidos do ferro. Escudo de Carvalho se lembra, a Casa Hewett se lembra.

Genealogia:


Ramo Principal:

Lord ____ Hewett, Senhor de Escudo de Carvalho, O Escudo do Vago, Nascido em ;
Sua esposa: ____ Hewett, da Casa ____.
Seu filho: ____ Hewett,
Seu filho: ____ Hewett,
Sua filha: ____ Hewett,
Sua filha: ____ Hewett,
Seu filho: ____ Hewett,
Sua filha: ____ Hewett,


Ramo secundário:

Seu irmão: Denys Hewett. Morto por nascidos do ferro em 355DD ✝️
Sua irmã: ____ Hewett
Seu irmão: ____ Hewett,

Bastardos:

Seu sobrinho: ____ Flowers,
Sua sobrinha: ____ Flowers,




The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Dom Set 17, 2017 10:59 pm




Casa: Rowan do Bosquedouro
Lema:
Sede: Bosquedouro
Arma Ancestral:

Trama da Casa:

A Casa Rowan de Bosquedouro é uma casa nobre menor da Campina, é vassala da Casa Tyrell. Sua sede é Bosquedouro. Seu brasão ostenta uma árvore dourada enraizada em campo prateado. Assim como outras casas, os Rowan conseguem traçar sua linhagem até Garth, Mão Verde. Seu atual poder militar vai até dez mil soldados, dois mil caso convoque duas casas juramentadas para com a sua, ostentado uma ótima posição diante dos confortável diante das demais casas, como Redwyne, Hightower, Tarly e afins. Diante disso tudo, os Rowan são, atualmente, uma das casas maia poderosas juramentadas aos Tyrell.

Durante uma série de combates travados em diversas frentes de batalha, chamada Guerra dos Cinco Reis, os Rowan mantiveram, bem como havia feito seus senhores suseranos de Jardim de Cima, suas forças em favor de Renly Baratheon e mantiveram-se leais até sua morte, regressando de volta para suas terras com seu falecimento precoce em meio diversos alardes de guerra. Sem demoras, quando Mance Tyrell convocou todos as suas forças em apoio ao Guardião do Oeste, Tywin Lannister, que marchou me defesa de Porto Real na Batalha da Água Negra. Após todos os auxílios necessário, o atual Lorde daquela época, voltou novamente para Bosquedourado em busca de ter alguma paz depois de várias tentativas frustradas de reconhecimento pela sua lealdade.  

Mais tarde, ao decorrer diversos eventos que culminaram nas mortes de todos os possíveis herdeiros de Robert Baratheon, isto é, no falecimento dos três filhos da Rainha Cersei da casa Lannister, sua esposa acabou assumindo toda Westeros e finalmente viu-se uma época onde o Leão dourado estava de fato no poder. Os feitos de Cersei não ficaram muito atrás do Rei Aerys, o Rei Louco, mostrando-se sua pouca sanidade. Com o desembarque de Daenerys Targaryen em Pedra do Dragão sua casa fora obrigada permanecer momentaneamente ao lado da Rainha louca por algum tempo, devido aos Tyrell estarem em maus lençóis na capital.

Em meio ao repleto caos que o reino estava havia uma decisão que deveria ser tomada e cogitar hipótese de uma aliança com os Lannister não era bem vinda, tão pouco bem vista aos demais vizinhos. No final, quando uniu suas forças junto dos outros senhores contra Cersei, os Rowan ajudaram a pressionar o exército inimigo até que por fim viesse outro objetivo, os Outros, criaturas nefastas e repletas de escuridão que ousavam lançar uma ameaça de invasão em larga escala contra Muralha. O fato era o choque em acreditar que tais criaturas realmente eram reais ou fruto do desespero, no final de tudo cedendo-se ao sobrenatural da situação.  

Com o foco final ao Norte e para impedir uma destruição massiva ao continente em geral, Mathis Rowan marchou com restante de seu exército e, acrescentando suas forças ao lado de Baelor Hightower, seu genro, rumaram o Norte com um contingente militar na tentativa de impedir um derramamento de morte e desgraças. Os Rowan, ao lado dos outros nobres da Campina, mantiveram-se em várias batalhas contra o exército dos mortos, tendo seu atual Lorde perecido e passado seu título ao filho mais novo, que é herdou Bosquedourado depois das mortes de seu pai e irmão. No final dos capítulos das incontáveis batalhas travadas, o exército dos vivos reivindicou o direito de sua sobrevivência e venceu uma hoste ameaçadora.  

De volta para casa, depois de receber diversos elogios dos seus compatriotas e seus pêsames pelas perdas fatais de seus membros, ele teve apoio de suas casas aliadas para se reerguer durante diversas perdas militares. Atualmente, setenta longos anos depois de tal ocorrido, os Rowan se mantém mais poderosos que anteriormente, ricos e com uma autoria militar formidável em apoio aos seus suseranos. Tendo concretizado duas aliança de casamento com os Redwyne, a a atual e uma no passado após vencer os Outros, a casa se mantém muito próspera desde então.


Genealogia:

Ramo Principal:

Lord Narcisse Rowan, Senhor do Bosquedouro e Marechal da Fronteira Norte, Nascido em 336DD;
Sua esposa: ____ Rowan, da casa Redwyne
Seu filho e herdeiro: ____ Rowan
Seu filho: ____ Rowan
Seu filho: ____ Rowan
Sua filha: ____ Rowan
Sua filha: ____ Rowan  

Ramo Secundário:

Seu irmão: ____ Rowan





The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Ter Dez 26, 2017 9:15 pm






Casa: Tarly de Monte Chifre
Lema: Primeiros em Batalha
Sede: Monte Chifre
Arma Ancestral: Veneno de Coração


Trama da Casa:


A Casa Tarly de Monte Chifre é uma das mais poderosas da Campina e principais vassalos dos Tyrell de Jardim de Cima. Monte Chifre se localiza ao pé das Montanhas Vermelhas e é o grande baluarte defensivo na tríplice fronteira entre Dorne, Terras da Tempestade e a Campina. Sua posição estratégica geralmente faz com que os lordes dessa Casa tenham uma profunda tradição militar. Suas terras são ricas e sua fortaleza é grande, mas a honra dos Tarly é o que eles prezam mais do que qualquer outra coisa.

Durante a Guerra dos Cinco Reis se aliaram a Renly Baratheon seguindo seus suseranos Tyrell. Após a morte de Renly, Randyll Tarly liderou as tropas Lannister e Tyrell na vitória contra Stannis Baratheon no Água Negra. A nova aliança dos Tarly com a Coroa, deu para Randyll Tarly uma série de novas vitórias, primeiro em Valdocaso e depois em Lagoa da Donzela. Dado seu grande prestígio, Randyll ganhou o cargo de Mestre das Leis durante o reinado de Tommen Baratheon. Seu período como legiferador durou pouco, já que graças ao desembarque de Aegon VI Targaryen e Daenerys Targaryen nas Terras da Tempestade, ele foi enviado para Jardim de Cima, onde deveria se reunir com seus suseranos na liderança do reforço das tropas da Campina.

A reunião de tropas durou mais tempo do que o previsto, considerando que Mace Tyrell temia partir para o combate sem uma quantidade razoável de tropas, principalmente, após Dorne se colocar do lado dos invasores. O atraso nas hostes levou a derrota de tropas da vanguarda, que incluía algumas tropas dos Tarly e consequentemente o saque de Vila d’Erva pelas tropas Martell. Randyll liderou o centro da linha de formação durante a sangrenta Travessia de Ponteamarga. Com os dorneses chegando de uma marcha forçada e pegando as tropas da Campina enquanto a travessia não estava completa, Randyll precisou usar toda sua capacidade como comandante para evitar a ruptura de suas linhas. A maior parte da cavalaria da Campina foi destroçada no embate, com milhares de cavaleiros mortos nas lanças dornesas. Eventualmente, a infantaria pesada da Campina colapsou a infantaria dornesa e conseguiu se reorganizar, aniquilando em seguida o exército sob o comando de Franklyn Fowler.

A vitória das tropas da Campina foi celebrada, mas foi amarga. Milhares de cavaleiros foram mortos no embate, incluindo muito das tropas Tarly. Lorde Randyll foi ferido gravemente e sem sua liderança e com a maior parte das tropas destruídas, os Tyrell não puderam evitar sua derrota subsequente. As tropas da Companhia Dourada e dos Senhores das Tempestades aliados dos Dragões saquearam Vaufreixo. Mance Tyrell confiante com a vitória contra os dorneses, dividiu suas tropas, enviando uma parte para interceptar a Companhia e outra marchando para levantar o cerco de Porto Real o quanto antes. As tropas Tarly seguiram com Dickon Tarly e estavam na Batalha de Mesalonga, onde enfrentaram um dos dragões dos Targaryen. Com sua derrota, foi tomado como prisioneiro pelos Senhores das Marcas vitoriosos e Mesalonga foi saqueada.

Após a vitória dos Targaryen sobre os Lannister em Porto Real, Dickon Tarly foi solto como parte do acordo de rendição da Campina e retornou para Monte Chifre. A paz durou pouco tempo, com a notícia do exército dos mortos no Norte e a convocação do Senhor Comandante da Patrulha da Noite. Randyll se recuperou ao longo do período e lutou contra os mortos liderando a maior parte das tropas da Campina em Fosso Callin. Ele foi morto no combate e Veneno de Coração quase foi perdida.

Após a Guerra, os Tarly auxiliaram na reconstrução das fortalezas danificadas no combate e enviaram suprimentos e homens para o Norte. Sua ajuda foi feita de forma relutante, já que estavam profundamente ressentidos com os Targaryen devido aos vários saques feitos nas proximidades. O ressentimento com os Senhores das Marcas também durou por muitas décadas, mas a rivalidade com os dorneses jamais arrefeceu, visto que Randyll Tarly foi o responsável pela morte dos milhares de soldados de Dorne em Ponteamarga. Como forma de se defender, os Tarly jamais aceitaram as políticas da Coroa para incentivar a tolerância religiosa e cultural nos Reinos. Os poucos dothraki que assentaram-se nas proximidades de Monte Chifre foram massacrados, o que levou a um atrito com a Coroa. Dickon Tarly aceitou sediar uma base fortificada para os Filhos do Guerreiro, braço armado da Fé Militante. A base em Monte Chifre é contada entre as maiores desta Ordem e o fanatismo é temido pelos Senhores das Marcas.

Atualmente os Tarly possuem um grande prestígio junto com Jardim de Cima e com seus vizinhos da Campina os quais Dickon Tarly ajudou a reconstruir. A autoridade deles na fronteira é incontestável e além de seu próprio exército bem armado, representando a melhor infantaria pesada da Campina, possuem batalhões dos fanáticos Filhos do Guerreiro com olhos atentos nas Marcas de Dorne.


Genealogia:

Ramo Principal:

Lorde Bryen Tarly, Senhor de Monte Chifre, Nascido em 342DD;
Sua esposa: Lady Tyanna Tarly, de Lys, Nascida em 346DD;

Ramo Secundário:

Sua irmã: Taena Tarly, falecida esposa de Lord Arthur Manderly, Morta em 358DD ✝️
Seu irmão: ____ Tarly
Seu irmão: ____ Tarly
Sua irmã: ____ Tarly
Sua irmã: Mareena Tarly, Noiva de Lord Deckard Redwyne, Nascida em 349DD;


Bastardos:


Seu sobrinho bastardo: ____ Flowers





The Ice and Fire
[/url]❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Storyteller em Sex Jan 26, 2018 10:58 am




Casa: Oakheart de Carvalho Velho
Lema: "Nossas Raízes são Proundas".
Sede: Carvalho Velho
Arma Ancestral:

Trama da Casa:

Casa Oakheart de Carvalho Velho é uma antiga e poderosa família da Campina. Ela está entres as casas nobres da Campina que são capazes de traçar sua descendência desde Garth Mão Verde, assim como fazem parte das casas que possuem uma grande rivalidade de longa data com os Dorneses. Especialmemte contra a casa Dayne de Tombastela, com quem lutaram extensivamente ao longo dos séculos. 

Suas armas são três folhas de carvalho em um campo dourado. Seu lema é "Nossas Raízes são Proundas".

Os Oakhearts reivindicam a linhagem de John, o Carvalho, um lendário filho de Garth Mão Verde.

A casa Oakheart como inúmeras outras da Campina, outrora foram reis de seus próprios domínios e eram conhecidos por serem mesquinhos sob a sua fortaleza Carvalho Velho, mas, se juntaram ao grande reino da Campina sob o reinado de Garth III, que ofereceu a casa Oakheart um pacto de amizade e defesa mútua. Após isso se tornaram vassalos de Jardim de Cima por todo o reinado da casa Gardener, e mesmo após a sua extinção por parte dos Targaryen. Durante a Conquista de Aegon, Lord Oakheart liderou o flanco esquerde do rei Mern IX Gardener no Campo de Fogo.

Após a Conquista de Westeros por Aegon e suas irmãs, a casa Oakheart dobrou os seus joelhos e reconheceu os Targaryen como os seus novos reis, posteriormente também prestando juramento para com a casa Tyrell de Jardim de Cima, outrora servos dos Gardener, mas que foram escolhidos por Aegon para reger a Campina em seu nome, sob o título de Guardiões do Sul.

Depois disso é como vassalos fiéis dos Tyrell e servos leais do trono de ferro, os Oakheart passaram a figurar em inúmeros eventos históricos de Westeros. Como, por exemplo, através de nomes notáveis, como Lord Edgerran Oakheart, dito o Mão Aberta que ficou conhecido por combater os Dorneses ou Sor Olyvar, O Carvalho Verde, um famoso membro da guarda real que morreu ao lado do rei Daeron I Targaryen no Passo do Príncipe.

A casa Oakheart também participaram da primeira rebelião Blackfyre, onde estiveram em ambos os lados.

Na rebelião de Robert Baratheon, os Oakheart se mantiveram assim como os Tyrell e toda a Campina leal a casa Targaryen. Chegando inclusive a marchar contra o exército do usurpador, contudo, no final, acabaram dobrando os seus joelhos para o mesmo que subiu ao trono como Robert I Baratheon.

Já nos eventos conhecidos como A Guerra dos Cinco Reis, a casa Oakheart sob o comando de Lady Arwyn Oakheart seguiu o seu suserano, Lord Mace Tyrell, levantando as suas bandeiras em favor de Renly Baratheon, ela inclusive fazia parte do conselho de guerra. Após a morte misteriosa de Renly, Lady Arwyn se juntou a seu suserano e se juntou a casa Lannister e ao rei Joffrey I Baratheon.

O filho caçula de Arwyn fora um guarda real do rei Joffrey I Baratheon, contudo, perdeu a vida em Dorne durante um plano orquestrado por Arianne Martell, por quem se apaixonou. A culpa desse assassinato recaiu sob a autoria de Gerold Dayne, um cavaleiro do ramo militar da casa Dayne de Tombastela, reforçando ainda mais a sua rivalidade. No entanto, o responsável pela morte de Arys, fora Aero Hotah, o capitão da guarda do príncipe governante de Dorne, Doran Martell. Lady Arwyn nunca descobriu a verdade por trás do assassinato de Arys, por esse motivo mesmo na atualidade os Oakheart continuam nutrindo um grande ódio e rivalidade pelos Dayne.

Porém, atualmente os Oakheart de Carvalho Velho permanecem com toda a sua glória de outrora, antigos e poderosos, participaram das inúmeras batalhas sob o comando dos Tyrell e assim como os seus compatriotas, passaram a desenvolver um certo desgosto para com os Targaryen, recém-coroados novamente como reis de Westeros, especialmente na atualidade, quando a rainha Gael Targaryen tomou para si um esposo Dornês.

Como citado acima os Oakheart permanecem poderosos e influentes na Campina, sendo uma das casas mais simpatizantes com a fé Militante de Vilavelha, mas, tendo uma ligação especial com os Redwyne da Árvore e Tarly de Monte Chifre, das quais tem saído os seus casamentos nas últimas décadas. A lealdade para com os Tyrell permanece a mesma, sempre disposta a seguir os seus suseranos em qualquer empreitada.

Genealogia:

Ramo Principal:

Seu pai: Lord Garlan Oakheart, Senhor de Carvalho Velho, Morto em 354DD ✝️
Sua mãe: Lady Sienna Oakheart, da casa Rowan, Morta em 342DD ✝️
Lady Danusis Oakheart, Senhora de Carvalho Velho, Noiva de Davos Redwyne, Nascida em 342DD;

Ramo Secundário:

Sua tia: ____ Oakheart
O esposo de seu tia: ____ Um Lyseno, Capitão da Guarda de Carvalho Velho
Sua prima: ____ Oakheart
Sua prima: ____ Oakheart



The Ice and Fire
❄️
Storyteller
avatar
Mensagens :
192

Data de inscrição :
07/08/2017

Narrador
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: - The Reach -

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum